A invenção da pobreza

por Tony Monti

Há algum tempo não existiam pobres no Brasil. Negros não eram pobres. Nem humanos eles eram. Índios eram outra gente estranha pouco afeita à catequese. E os brancos não nobres e sem posses, no século XIX, viviam próximo à aristocracia, como agregados, para deixar bem claro que branco era gente, preto não.

É como falar na incrível democracia grega, perfeita entre os cidadãos. Mulheres e miseráveis, 90% da população, não cidadãos, não tinham direitos políticos.

A invenção da pobreza é a invenção do indivíduo. Quando o branco deixou de ser em grupo (humanidade, nobreza, família etc) e passou a ser indivíduo, supostamente livre para ganhar e perder, se não tivesse posses, seria pobre. Preto também, ao virar gente, virou imediatamente indivíduo e pobre.

Curiosa é a conveniência deste liberalismo. Todo mundo é livre para tentar, mas ainda tem gente que acha que tem gente que é menos gente. Que não se pode ser gay, que não se deve ser preto, judeu, índio. Pobre também, pobre ainda é um pouco subumano. Não se deve ser pobre. Pobreza é o destino dos inferiores. Só quem merece fica pobre. Só quem é subumano é pobre. E o que mudou então com essa ideia de capitalismo e liberdade, que substituiu o feudalismo?

Capitalismo é melhor que feudalismo, de uma maneira sutil, porque preto e pobre ganharam status simbólico de gente. São todos livres, é o que se diz. Mas é preciso transformar ainda umas discretas condições materiais para que o ganho simbólico não seja como dinheiro em país estrangeiro, que vale muito, mas não na prática, mas não aqui. Enquanto isso, pode-se mandar a polícia bater em quem ocupa prédio vazio há anos, que não paga imposto. Todo mundo é livre para comprar o que quiser, certo? Cada um que compre seu prédio vazio.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s